Connie Groenwegen

Connie Groenewegen é um jovem talento emergente que venceu em 2011 os Dutch Fashion Awards. Os seus vestidos femininos e sensuais atravessam a fronteira entre moda e arte e jogam com fortes contrastes.

Sente um grande fascínio pela tecnologia, que se revela um instrumento precioso para si. Especializada em malhas, a estilista holandesa, para produzir as suas criações, usa uma máquina informatizada que lhe permite combinar as qualidades de materiais diferentes, dando vida a um único tecido. A estilista holandesa desconstrói as formas, subverte o conceito de feminilidade, nos seus desfiles o tecido é padrão e a inovação é feita através da forma e da substância. O seu estilo combina técnica moderna e produção tradicional, misturando a abordagem simples típica da cultura holandesa, com o apelo e o carácter mundano de âmbito internacional. Numa filosofia open source, disponibilizou as suas inovações a outros designers.


Quando a conhecemos em 2012, a empresa está a crescer em quotas, pelo que é o nosso momento ideal para experimentar, investir, investigar.


Connie apaixona-se pelo projeto e decidimos adjudicar-lhe o III vestido. O resultado é uma rede feita de diversos tipos de penne entrelaçadas com fettuce de seda colorida, chiffon e tecido, criando um sistema e celebrando a massa como novo tecido. Um processo de design integrado no qual o tecido e o design são apenas um e, juntos, estabelecem as suas próprias regras e a sua própria lógica.

O vestido dedicado à INOVAÇÃO será protagonista da primeira campanha publicitária, imortalizada por Dirk Vogel, fotógrafo de fama internacional, que oficializa a Sartoria della Pasta como manifesto da empresa.